Sua empresa é invisível? Descubra…

Você gostaria de aumentar as vendas e/ou faturamento da sua empresa de maneira poderosa, utilizando ferramentas de vendas hoje subutilizadas, capazes de aumentar enormemente o potencial público consumidor de seu produto/serviços e, principalmente, gerando impacto direto no faturamento?

Tenho certeza que sim…

Existe grande chance de que sua empresa esteja fora do crescente nicho de mercado da internet. ou então, esteja presente na web sem, no entanto, nem de longe, atingir os resultados pretendidos. Se sua empresa se enquadra nessa descrição, sinto informar, ela está invisível no global mundo virtual.

Fique tranquilo. Neste artigo, você vai saber, sem rodeios, quais são os 4 pilares do marketing digital capazes de transformar, completamente, a realidade atual para que sua empresa e produto/serviço tenham acesso a esse mercado fabuloso, deixando, assim, de ser invisível na internet. E, melhor, você pode começar imediatamente. Na verdade, também, você pode redirecionar a atuação atual nesse mercado, se esse for o caso da sua empresa.

Continue lendo esse artigo para saber mais sobre:

  • Presença em redes sociais.
  • Relacionamento com clientes através de e-mail.
  • Geração de conteúdo de valor.
  • Posição em site de busca.
Presença em redes sociais.

Esse é um ponto bastante questionado por muitos empresários e profissionais do marketing todos os dias. Será que realmente vale a pena investir tempo e algum dinheiro no Facebook, por exemplo? Não é melhor, simplesmente, investir em anúncios que direcionem para uma página de vendas? Eu preciso estar presente nesse mercado, visto que minhas vendas offline estão muito boas?

Um dos números mais perigosos para sua empresa talvez seja o “número 01”. Muitos negócios têm enfrentado grandes dificuldades ou mesmo ido à falência, simplesmente porque as estratégias número 01 pararam de funcionar. Vide exemplo da Kodak, empresa do ramo da fotografia, precursora da fotografia digital, mas por achar esse mercado muito incipiente e, na visão dela, de muito longo prazo, o relegou. Resultado, foi ultrapassada por diversos concorrentes mais antenados e ágeis.

Mais uma vez, muito cuidado com o erro de ter somente uma estratégia. Algumas empresas enfrentaram momentos difíceis no ano de 2011, quando o Google fez o bloqueio de alguns modelos de anúncios. Não arrisque a saúde de sua empresa  confiando somente em uma estratégia. Quanto ao custo, garanto, a internet, se usada sabiamente, tem ótimo custo/benefício.

Mas eu não faço ideia de por onde começar.

Não ter conhecimento técnico ou experiência com o mundo virtual talvez seja um dos principais obstáculos que, por muito tempo, inibiu muitos empreendedores. Mas hoje isso não é mais um problema, pois existem diversas ferramentas a disposição, na própria web, algumas gratuitas inclusive, que minimizaram esse obstáculo ou até, acabaram com ele.

Relacionamento com clientes através de e-mail.

Mais um ponto questionado por muita gente, inclusive profissionais da área, pois segundo essas pessoas, e-mail é coisa do passado. As perguntas mais frequentes a respeito desse tema são: será que vale a pena investir, no mínimo, tempo numa ferramenta que está sendo usada menos hoje em dia? Mas eu já invisto em anúncios na internet, não é suficiente? Costumo usar as redes sociais como meio de divulgação de meus produtos e serviços, elas não substituem o “jurássico” e-mail?

Novamente, muito cuidado com a estratégia número 01. Apesar das pessoas/consumidores usarem outros meios de comunicação online, todos continuam tendo e-mail e consultando-o regularmente. Você mesmo, assim como eu, consultou seu e-mail hoje. Aposto!

Mas eu não tenho o e-mail dos meus clientes.

Talvez sua empresa esteja utilizando mal as informações que possui. No cadastro normalmente solicitado aos clientes, com certeza, consta o e-mail. Mas minha empresa não solicita cadastro aos clientes. Garanto que sim, pelo menos aos que parcelam suas compras. Que tal ampliar a captação de e-mails através de um cadastro. Ou fazer uma campanha de captação para ter uma lista de e-mails. Vale um alerta importante. Na falta de e-mails de clientes, não caia na tentação de usar um mailing(lista de e-mail encontrada e comprada facilmente). Você estará incorrendo em duas armadilhas. Primeira: pessoas que não conhecem sua empresa e seu produto/serviço, receberão suas mensagens. Isso dificilmente resultará em incremento no seu caixa, podendo gerar uma consequência ainda mais danosa para o mundo virtual…muitos receptores de suas mensagens denunciá-las como spam, fazendo com que você caia na chamada lista negra dos gerenciadores desse tipo de mensagem, o que dificultará o uso dessa ferramenta outras vezes. Essa, portanto, é a segunda armadilha. Mas eu terei que escrever um e-mail para cada cliente, individualmente? Não. Existem ferramentas que gerenciam esse processo.

Geração de conteúdo de valor.

Esse é um item que está no radar de todos que estão na vanguarda desse mercado. Não pretendendo ser repetitivo: não siga o exemplo da Kodak, citado acima. Quando sua empresa se der conta da tendência, poderá estar no final da fila de seu nicho de mercado.

Mas o que isso significa exatamente?

É a pergunta que muitos podem estar fazendo. Significa que sua empresa disponibilizará conteúdo sobre os produtos que produz ou vende ou, melhor, disponibilize dicas ou solucione dúvidas a respeito de algum assunto relevante para o mercado no qual está inserida. Esses conteúdos, além de estarem em seu blog, também poderão ser replicados nas redes sociais e e-mails para clientes. Todos nós, em algum momento acessamos algum conteúdo de interesse na net. Gastronomia, negócios, culinária, empreendedorismo, automóveis, imóveis, moda, beleza, pet, educação….enfim, a lista de opções é extensa e, certamente, seus clientes tem interesse em assuntos e dicas sobre o seu mercado.

Posição em site de busca.

Boa colocação nos sites de busca é fundamental nos tempos atuais. Você pode nunca ter se apercebido de um fato: quantas vezes em que consultaste o Google em busca de algum produto/serviço ou empresa chegaste na terceira página. Raríssimas vezes, posso garantir. Então, levando em conta nossas próprias experiências, creio que concordamos que é primordial estar bem situado numa busca relativa ao mercado em que estamos atuando.

Não posso simplesmente investir em links patrocinados no Google?

Links patrocinados são, também, uma ferramenta útil, mas não deve e não pode ser a única. Lembre-se do risco da estratégia número 01. Fuja disso! Urge que sua empresa invista também em tráfego orgânico. Mas o que vem a ser isso? Tráfego orgânico é contrário de tráfego pago, ou seja, os consumidores chegam até sua empresa por outras vias, que não anúncios ou links patrocinados. Isso pode ser conseguido através de relacionamento com seu potencial cliente através de todos itens expostos. Mas como me posicionar bem no Google? Existem técnicas conhecidas como SEO que fazem isso. Usando palavras chaves corretas, por exemplo, sua posição pode melhorar sensivelmente.

Resumindo, fazendo uso desses 4 pilares acima, certamente sua empresa estará em contato e se relacionando com seu cliente. Pois, seu cliente não é diferente de nós, que também estamos do outro lado do balcão todo tempo, e faz uso de sites de busca, e-mail, acessa conteúdos de seu interesse e usa redes sociais. Com isso, quando ocorrer o interesse desse consumidor relacionado ao seu mercado, sua empresa, sem dúvida, estará na cabeça dele e será lembrada.

Grande abraço e bons negócios

Sadi Alvaro Mützenberg

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “Sua empresa é invisível? Descubra…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.